Um dia eu tomo coragem e envio!

14:11


Olha, eu acho melhor não - Ai travei, eu mal conseguia pegar na caneta. As letras estavam saindo a mais ilegível possível. "Só estou nervosa porque é uma decisão muito importante." Pensei, insistindo em me enganar sobre minhas escolhas, erradas na maior parte do tempo.
Amassei a folha, não havia mais lugar no cesto de lixo então joguei na parede. A raiva era tão grande que me vi fumaçar, igual aqueles desenhos que você me obrigava a assistir dizendo pra eu ir me acostumando porque "quando tivermos filhos, vão assistir isso o tempo inteiro, você tem que conhecer os personagens querida". Eu odiava você e odiava todas as lembranças que me causou, não consegui ver além do que estava acontecendo no momento e me deixei levar, agora veja como ficamos! Estou só, de volta a minha vida monótona onde a unica coisa que faz meu coração palpitar é acordar de madrugada e chorar baixo com medo de alguém escutar.
Quer saber? Vou dizer tudo de uma vez. Você não tinha o direito de me deixar partir. - É, eu tava indo pelo caminho certo. - Você sempre zoou minha forma de falar, minhas manias esquisitas. - Ainda lembro quando quis jogar minha meia fora, a minha meia de estimação e você sabia que eu só conseguia dormir com ela. - Nem minhas meias fazem efeito mais. Não consigo dormir de jeito nenhum, acho que tomei outro coisa de estimação. Tem dias que eu sonho com você, são uns sonhos conturbados e sempre acordo me perguntando como será que você está? Mas eu sei que isso é só o meu sub consciente arrumando desculpa pra eu te procurar e cara, dessa vez eu não vou. Também não vou te entregar esse bilhete, vou guardá-lo, já fiz tantos só pra contar como foi o meu dia. Sinto falta de ouvir você reclamar de estudar tanto e de como aquela guria insuportável da sua sala ainda te olha. Mesmo sabendo que você tem namorada... - Chega! O que eu estava fazendo? Mais uma vez me coloquei na parede e me dei um banho de realidade - É uma pena que não esteja mais aqui. Já fazem meses, sabia? Nunca passamos tanto tempo longe um do outro. Talvez eu espere até o fim do mês, juro só mais esse tempinho, depois eu me prometo que vou me reerguer. 
Peguei todas as cartas que já tinha feito e lembrei de uma coisa, reli os finais e todos diziam a mesma coisa. Eu sempre estaria esperando ele, essa é a verdade, porque para o amor da sua vida você sempre estará lá.

Você também pode gostar

0 comentários