Que seja eterno enquanto dure.

21:10




É que eu o amo nos seus piores e melhores dias, quando é um idiota de tão ignorante e quando perde a razão depois de um sorriso meu. Eu o amo quando finjo não sentir nada e quando não entendo que tipo de sentimento é esse que nos deixa tão envolvidos. Eu o amo mesmo odiando cada vez que penso nele e me odiando sempre que imagino um presente diferente para nós. Amo, errado ou certo, doente ou bom, ontem e hoje… E mesmo que no final não haja um e viveram juntos felizes para sempre, espero que tenha ao menos um e viveram.

Você também pode gostar

0 comentários