Agridoce

12:27



Eles eram acidamente doce, ou seria docemente ácidos? Ás vezes chegavam a ser enjoosamente amargos. Também pude observar que trocavam olhares espantosamente apaixonados. Ah! É impossível deixar de ressaltar as honrosas brigas por cochichado, passavam quase despercebidas exceto pelo fato que; em noites de briga a luz de um dos quartos amanhecia acesa enquanto vinha da sala um ruído de televisão ligada. E mesmo sendo um bom observador, demorei muito para perceber isso. Em questão de elegância eram nota 10.
Porém, em uma das noites que cheguei tarde me deparei com a seguinte cena:
           Ele estava esperando o elevador com uma mala ao lado e ela chorava silenciosamente aos prantos à porta. Cinematicamente se olharam, uma lágrima escorreu pelo rosto do tal namorado e ela desmoronou, correu para os seus braços e ficaram trocando afeto ali, no corredor, na porta do meu apartamento, impedindo que eu entrasse.
Pigarreei e entrei.
Passaram-se 3 meses desde aquela cena e não vi mais luz acesa pela madrugada.
O termo apropriado que posso dar a esse jovem casal contraditoriamente apaixonado é que são amorosamente agridoce. E, a eles, desejo todo o amor do mundo.

Você também pode gostar

0 comentários