Porto seguro (02)

16:37


      Certa vez se esbarraram num barzinho, onde os dois costumavam ir juntos, o lugar era tão demarcante deles que o garçom tinha se transformado em amigo íntimo, e sempre que os via lá, separadamente, já ia informar ao outro e assim evitava esses encontros. Quando ele chegou ela já estava sentada a mesa, curtindo o show de MPB ao vivo, após algumas olhadas dele, ela se virou e os dois encontraram-se no olhar, cumprimentou-o com um sorriso dócil e o coração tão palpitante que parecia querer sair de dentro dela. Ele retribuiu o sorriso, com um sorriso de canto, de forma com que dissesse "gostei de ver você, a saudade tá imensa" a olhou de baixo a cima, virou o rosto e fingiu continuar uma conversa. Ela se virou e tomou um gole do refrigerante, conversou com os amigos e resolveram ir a outro lugar "não vou aguentar olhar pra ele por muito tempo, vai parecer que eu to fugindo e eu não me importo, só quero ficar longe". Chamaram o garçom, pediram a conta e tiveram que passar pela mesa dele:
- Já vai?
- É, só estávamos esperando a Isabela e ela tá no cais, vamos passar por lá e ir a outro lugar. 
- Beleza, a gente se vê por aí.

Com certeza foi a pior conversa que tiveram. 

- Como assim a gente se vê por aí? O que ele quis dizer com isso?
- O que quer que tenha sido, você não vai pirar por isso. Ser amiga dos dois nessas horas não é nada legal. Você sabe que ele vai viajar?
- É, você já me contou. Mas... Bruna... Hm... Esquece. 
- Pode falar.
- Eu não quero mais informações, isso não tá me fazendo bem. Vou esquecer de uma vez. 
- Eu pensei que dessa vez vocês voltariam, a briga foi tão boba. 
- Também pensei. 
E após esse incidente ela fez o impossível pra nunca mais se esbarrar. Parou de ir a bares e clubes que costumavam ir e só saia para lugares fora da área de perigo, que consistia em ser os lugares onde frequentavam juntos e os lugares perto da casa dele, com exceção de shopping e mercado, até para ir a praia ela andava um pouco mais só para não correr o risco. 
Enquanto ela se enterrava em livros e novos projetos, montando objetivos e coisas para se manter em uma nova rotina, ele jogava tudo para o alto e ia para um caminho oposto do motivo pelo qual terminaram. 


*Amores, apresento a vocês o meu primeiro conto com episódios. Postarei um episódio por dia durante essa semana. Espero que gostem.*

Você também pode gostar

0 comentários