Débito ou crédito?

12:48

Só dessa vez eu acreditei e depositei no seu banco a minha poupança para erros emergenciais. Você foi a minha prioridade durante anos, te entreguei o meu amor como se entrega um cartão de crédito ao caixa após uma compra satisfatória. 
"Passa no débito por favor." 
Assim, de uma só vez, e ainda assim todo mês eu creditava mais amor, enquanto você parcelava cada vez mais em quantias pequenas. O teu coração era pequeno e o meu amor em grande quantidade te fez recuar, já o meu enorme coração continuava em débito com as migalhas que me oferecia. Agora já não me entrego mais, vou indo mas sempre com um pé atrás. O máximo agora é "Me vê uma amostra grátis de amor." E se eu gostar pago em 120 dias.

Você também pode gostar

0 comentários