Deixa fluir

19:47


Ai ele me pergunta: você tá bem? 
E passa um filme na minha cabeça, desde o momento que nos conhecemos, e que eu nem imaginava que iríamos nos dar tão bem, até o momento em que terminamos. Recordo cada palavra, cada toque, cada briga, choro, riso. Ah, o meu sorriso! Era tão mais feliz, tão mais espontâneo quando você estava presente, era um riso frouxo, saía com tanta facilidade quanto as minhas declarações de amor. A vontade de fazer ele relembrar de tudo é tão grande que quase sai uma confissão. E a verdade é que o meu coração tá sentindo falta do morador e que o seu lugar vai ficar vago, se não pra sempre ao menos até você ir morar em outro lugar. 
Mas você engole tudo, e a única coisa que fala é: tô.

*Este texto já foi postado no blog Amanda Domenico*

Você também pode gostar

0 comentários