Primeiro beijo...

17:20

TRILHA SONORA:


Eles estavam demasiadamente próximos, sussurravam um para o outro, seus desejos e vontades. Ela o tocou a face com a ponta dos dedos enquanto o olhava, e ambos balançavam os corpos como um pêndulo. – Estamos explodindo, acho que querem que sejamos feito pedra e impossíveis de sentir algo. Mas não da pra ser assim. – Ela sussurrou para ele, enquanto tocava-lhe a face, ele abria e fechava os olhos lentamente, apreciando os toques suaves da moça – Nem tudo conseguimos evitar, ou resistir. – ele disse. Logo a tomou pela cintura e a trouxe pra mais perto, ela suspirava e sorria com a forma que ele a segurava. Suas frontes se encontraram, e suas respirações pareciam uma só, de tão próximos que estavam. - É impossível evitar, talvez seja possível resistir até certo ponto… Ponto esse que já passei dele… Faz tempo – Ela sussurrava enquanto ele deslizava a palma por seu pescoço e sua nuca, ela arrepiava e estremecia em suas mãos. Até que ele tocou-lhe os lábios com a ponta dos dedos, fazendo-a delirar. – Não foi só você que passou dele faz tempo… – Sussurrou próximo aos lábios da moça. As mãos dela escorregaram sutilmente pelo abdômen dele, repousando-as. Estavam ainda mais próximos – Não aguento tanto… – ela sussurrou, podia crer que seu corpo iria ceder a qualquer momento, estava tonta, entregue, totalmente entregue a ele. Por fim, ele a beijou… Não um beijo comum, mas o beijo. Era de um doce e cheio de desejo que até hoje ela se recorda… A harmonia dele era tanta que mesmo com o passar do tempo, esse beijo ainda permanece, sempre que seus lábios se encontram, eles voltam pra esse primeiro momento, do primeiro toque. Ainda é como se fosse a primeira vez...


Me chamo Misha, Misha Collin Verboten Galack, Irlandesa do sangue italiano, serelepe, acelerada, empresaria, esposa e mãe. Apaixonada e perdidamente apaixonada por meu marido. Dr. Gee Galack., minha quantidade de filhos expõe a todos o tamanho do meu amor por cada um deles, por cada pessoa da minha familia, pela vida, por tudo. Apenas 21 anos, idade que jamais irá explicar meus 9 filhos! Afinal, é complicado explicar para alguém que os italianos consideram quatro filhos uma família pequena. Resido em Veneza, cidade dos apaixonados, e será aqui que narrarei os contos de minha vida, poderei também responder suas duvidas, apenas venham até mim.

Con grande piacere darvi il benvenuto, Misha Galack. Baci à tutti


Você também pode gostar

0 comentários