25.07.2014

13:27

Trilha Sonora: 


Eu o vi, ontem, de longe o observei. Estava sentada sob a varanda da janela, em nosso quarto. Ravenna tagarelava algo sobre piruetas, pas d’ chat, jeté, pliês. Ele não estava muito longe, o suficiente para me fazer estremecer as pernas e ouriçar todos os pêlos existentes em minha nuca. Suspirei baixo denotando toda minha ansiedade e aparente angustia. A silhueta marcando os longos cabelos na altura do ombro, o vento cortava os fios e os deixava para trás, um rastro de quem seguia para longe, sem rumo talvez. Não demorou-se muito e logo meus olhos o perderam de vista. Como dizem, certas alegrias duram pouco. Parecia apático, sério, cansado, mas deixou claro que não estava morto. A noite foi longa e fria, minha filha está com alguns problemas que não entrarei em detalhes, mas que terei que resolver (...)

Nesta manhã, levantei com a coragem de quem não queria mais nada da vida, após o desjejum meu organismo fez o favor de expulsar tudo o que havia ingerido. Sentia um certo alivio de ter tirado toda aquela comida do estômago, e assim segui com meu dia. Nada mais sustentava dentro de mim e se forçasse, era posto pra fora. Passei o dia lembrando da noite anterior, de como ele parecia magro e sem vida. De como seus cabelos ainda voavam e de como eu gostava disso. Quase que imperceptivelmente alguns sorrisos quebraram a linha tênue de meus lábios; por lembranças tão doces e divertidas. Lembrei de como me fazia rir, lembrei de como me fazia quieta e serena. Lembrei de como ficava constrangido com minha forma de te olhar, aquela mesma forma que te fazia corar e rir sem jeito. Lembrei de como se encolhia em meus braços igual um gato manhoso, se enroscava e fungava em meu pescoço..rs. Lembrei.. Daquela noite em que tomamos banho e você me fez raiva rs, fiquei tão brava que saí do box, você me tomou nos braços, me olhou, sorriu docemente e selou meus lábios. Foi um olhar diferente, um olhar apaixonado, olhar de quem diz "Eu sou louco por você" em silencio. Foi o bastante para quebrar o gelo e minha birra rs, a emoção foi tanta que me fez lacrimejar. Sinto tanta falta desse olhar, de quanto eu te dizia "Sorri pra mim?" e mesmo sem querer você acabava sorrindo. 
Tenho te visto, de longe tenho te observado, de longe mantenho-me te querendo, desde sempre tenho te amado, desde sempre te desejado. Incansavelmente, irrevogavelmente, incondicionalmente te amarei. Te esperarei todos os dias, até meu último suspiro.

"Eternamente mio. 
Eternamente tuo. 
Eternamente nostri”


Você também pode gostar

0 comentários