Devoradora de mundos

00:30



Enquanto me fazia sentir única, tirei proveito e logo após alimentar o meu ego, descartei. Te encanto, apaixono, faço o teu mundo girar em torno de mim e por fim, depois de tomar todo o teu eu, vou embora. Nunca bastou só o sentimento, preciso deixar a carcaça seca, amarga, incapaz até de reconstituir-se. Sou devoradora de mundos, confesso! 

Você também pode gostar

0 comentários