. Me dê um minuto ou dois.

18:12

5465454
Eu realmente preciso de um minuto da tua atenção. Talvez dois ou três. Ou só o bastante para que entenda o que tenho pra te dizer. Você tem tomado um espaço demasiado grande dentro de mim. De uma forma diferente aconteceu, de uma forma inesperada e quase sem querer. E tem sido tão maravilhoso. É tão gostoso sentir tudo isso. Essa paz, paz de espírito. Essa alegria fresca que há tanto tempo eu não sentia. Eu consigo respirar tão profundamente agora. E sorrir logo após. Eu sinto que estou transbordando, lembra quando te falei sobre isso? Sobre transbordar.
Eu penso em tantas coisas e a primeira frase que me vem à cabeça quando o pensamento é você, é o que me disse “Eu sou louco pelo que temos” “Eu seria capaz de mergulhar de cabeça”. Ah, meu anjo... Eu sou tão grata por tudo. Tão grata por ter me resgatado da forma mais sublime. Eu não esperava.Sequer imaginei que aconteceria. Apenas aconteceu, não foi? Descobri em você a pessoa mais linda que tive a oportunidade de conhecer, totalmente diferente do que passa, e com uma essência e uma luz que eu ainda custo a crer que você existe. Me perco nesse olhar e no sorriso que me dá, desde o primeiro, o mais belo e sincero. É daqueles que me sorri com os olhos. Eu poderia passar o resto da minha vida apenas te olhando. Eu quero fazer você feliz. Nunca em minha vida foi tão recíproco. Você sente. Mostra isso. Valoriza as minhas coisas, minhas palavras, minhas atitudes. Presta atenção em tudo e isso me encanta. Me deixa tonta, inebriada, confusa, louca, tão cheia de esperança e alegria. É tão existente quanto o ar que nos cerca, desde a cerne dos meus ossos eu quero fazer-te mais que feliz. Poder de alguma forma te retribuir tudo o que me faz sentir. Eu devia me controlar mais, porém eu não consigo. Eu conto as horas pra que nos encontremos, e fico irritada se não consigo falar com você. É de uma saudade absurda, quase como uma dependência. Eu segurei tua mão no dia que tudo começou, e tracei com dedos finos as linhas de tua vida na sua palma tão vivida; como uma cigana sábia de quiromancia. Desconhecia teu passado até então, e mal sabia que de alguma forma minha vida também estava traçada naquelas linhas. Eu tenho muita coisa ainda pra te dizer, mas por hora é só. Algumas palavras confusas e sem jeito, a fim de tirar o nó preso em minha garganta e controlar essa vontade louca de te dizer o quanto sou louca por tudo o que temos. Por você. Por nós.

Você também pode gostar

0 comentários