O que te faz feliz?

18:33



O filósofo inglês Jeremy Bentham dizia que o quê move os seres humanos é a busca pela felicidade, a existência humana só teria sentido porque buscamos sempre e incessantemente ser felizes. Porém Freud disse que apesar de sempre buscar pela felicidade o homem seria sempre frustrado, a busca seria sempre em vão, não seríamos nós capazes de encontrar a felicidade em sua total plenitude, estaríamos andando em círculos, infinitamente.
Mas afinal, o que é essa tal de felicidade? Qual o significado dessa palavrinha de apenas dez letras, que move nossas engrenagens e faz com que passemos nossas vidas empenhados numa busca de algo que na maioria das vezes nem se quer sabemos o que é?
Se você procurar por "felicidade" no Google ele te diz que "felicidade é um estado durável de plenitude, satisfação e equilíbrio físico e psíquico, em que o sofrimento e a inquietude são transformados em emoções ou sentimentos que vão desde o contentamento até a alegria intensa". O   Google também diz que a felicidade é relativa de pessoa pra pessoa, o que te faz feliz pode não me fazer feliz.
A verdade é que passamos nossas vidas empenhados em encontrar a felicidade. O trabalho, os anos estudando, os amigos que fazemos, as pessoas com quem nos relacionamos, tudo está atrelado a um único objetivo: ser feliz. E muitas vezes por não sabermos direito o que é a felicidade que tanto procuramos, acabamos nos perdendo no meio do caminho. Muitos perdem a oportunidade de ser feliz enquanto buscam a felicidade. O ser humano é por si só um ser ambicioso, nunca estamos satisfeitos com aquilo que possuímos, há sempre uma necessidade de se conseguir mais e mais, e tudo isso ligado à um imediatismo assustador. A idéia de felicidade normalmente vem atrelada a algo que ainda tem de ser conquistado, e este quando conquistado, logo cria-se um novo objetivo a ser alcançado, onde só seremos felizes se chegarmos lá, mas nunca chegamos, sempre queremos mais e mais. O ser humano tem a mania de cobiçar aquilo que nem sempre se pode ter, a grama do vizinho é sempre mais verde. Idealizamos uma felicidade que não nos pertence sem nem ao menos saber se aquilo realmente nos cabe, esquecemos do que está a nossa volta.
Atrelamos nossa felicidade à outras pessoas, coisas que julgamos bem mais importantes do que realmente são, esquecemos que ser feliz depende única e exclusivamente de nós, do esforço que empenhamos para alcançar aquilo que nos faz feliz. Temos de lembrar que os únicos responsáveis pelo rumo que tomam nossos caminhos somos nós mesmos.
Alguém um dia escreveu que a felicidade é a soma de vários pequenos momentos felizes. Se parássemos pra pensar no que nos proporciona momentos assim, será que talvez nós já não sejamos felizes? Será que estamos buscando a coisa certa?
Se a vida só vale a pena quando se é feliz, temos primeiro de descobrir o que nos faz feliz, o que vale a pena buscar. Felicidade é apenas uma palavra, e a vida é muito mais que uma simples palavra.

Você também pode gostar

0 comentários