À flor da pele

16:39


Eu sei que sou uma bagunça mas prometo que vou fazer dar certo. 
Confesso que assim que chegou eu apenas escondi tudo dentro dos armários. Pensei em colocar tudo lá, trancar e esquecer a chave. Mas agora que não está só de passagem, que mostrou que não é um visitante qualquer, eu quero que você fique. E estou arrumando tudo para que fique confortável. Com todo o espaço que eu puder te dar. 
Você merece um coração vago, um corpo quente e um sorriso doce. Um olhar apaixonado e um riso frouxo, alto, largo. Um beijo demorado e um aconchego apertado. Uma vida inteira dedicada. Merece fazer parte dos planos no automático e sorrisos sinceros com olhos brilhantes a cada lembrança. 
Eu sei que sou uma bagunça mas para você eu arrumo tudo, jogo fora, escancaro; pra quê esconder? O que não tiver mais serventia vai para o lixo, as lembranças para o baú, as emoções vão transparecer e os sentimentos ficarão à flor da pele. 

Você também pode gostar

0 comentários