Eu escrevi você.

19:06

Play: 


Eu escrevi para você, por você.
Eu me aventurei em razão a nós.
Voei, fui longe, e só lá em cima me dei conta de que eu era apenas uma pipa sendo guiada, 
uma pipa que tentava te puxar para levantar voo comigo; pipas não têm essa força. 
Quem me transformou nisso?
Até onde me lembro eu era um pássaro. 
Se pássaro, forte, posso levar você. 
Se pássaro, mesmo forte, uma hora vou cansar de te carregar comigo; contra a sua vontade.
Minhas garras desprendem de ti mas as marcas permanecem; você não larga.
Eu que sou liberdade te prendi para ir aos céus comigo; você, que pés no chão, só queria seguir em paz.
Solte-me, nos esbarramos mas não nos encaixamos.
Eu que sonhar, correr, cabeça nas nuvens.
Você que sonhar, mas, ficar, pés no chão.

Você também pode gostar

0 comentários